A palavra de ordem atualmente é RE-CI-CLAR. Assim, muita coisa que antes ia para o lixo ou ficava encostada num canto, pode ser repaginada e aproveitada com estilo.

Uma dessas peças é a cômoda – aquele mimo de móvel que perde utilidade quando as crianças começam a crescer e querem um quarto com cenário mais moderno. Não importa se ela é vintage, de madeira ou laca, branca ou pintada: ela pode ser o detalhe que impressiona na decoração da festinha do seu filho, transformando-se na mesa principal ou ainda ser usada como apoio para doces, bebidas, flores, lembrancinhas ou fotos.

Você pode deixar as gavetas abertas para dar a impressão de movimento e profundidade, ou fechadas. Se você mesma vai organizar a festa e tem o móvel mas ele está um pouco gasto, é só revestir com adesivo e usar uma cor neutra ou estampa que combina com a decoração tanto da festa como da sua casa. Você também pode forrar com tecido, trocar os puxadores ou pendurar neles adereços do tema da festa. Use sua criatividade para elaborar um panorama novo e surpreender seus convidados.

E pra não errar na hora de montar a mesa, a decoradora de festas infantis Andréa Guimarães dá algumas dicas:

O que não pode faltar – Bolo e doce. Nem que seja um bolo pequeno e alguns doces básicos. Para enfeitar, dá para colocar alguns personagens e até os próprios brinquedos da criança.

Quando as crianças são muito pequenas – Escolha temas neutros – como circo, fazendinha, jardim, boneca -, que ilustram bem a infância. Depois dos 3, a criança já quer escolher o tema e aí vêm os personagens.

Quando não encontramos os acessórios prontos dos personagens escolhidos – Compense espalhando alguns desenhos ou bonecos do personagem que seu filho tenha e capriche nos outros detalhes – por exemplo, um bolo temático: ele fica no centro da mesa e já vira o destaque. Você pode trabalhar a decoração com as cores predominantes nas roupas e nos cenários em que o personagem aparece.

Para evitar o exagero – Muitas coisas são bonitas, mas juntas podem não ficar harmônicas. É importante saber que existe um contexto e a mesa deve ser planejada como um cenário. Na maioria das vezes, menos é mais.

Confira algumas ideias e inspire-se!!!



bamaga bamagoAh! Você também pode espalhar banquinhos para a garotada brincar. Esses, da Dani Lessa, são de madeira e, além  de porta treco, em um passe de mágica você desmonta inteiro e fica pequenininho e fácil de guardar. Confira no site.


Fonte: Revista Crescer


Por Agência DB

Related posts

Escreva um comentário

× Como posso te ajudar?